A INFLUÊNCIA DOS PROFISSIONAIS DA ÁREA DE SAÚDE MENTAL DIANTE DO TRATAMENTO DO TRANSTORNO DE ANSIEDADE: UMA REVISÃO BIBLIOGRÁFICA

VI Jornada de Medicina do Centro Universitário Aparício Carvalho – FIMCA / Psiquiatria e Saúde Mental, 25 a 29 de Outubro de 2021

Autores

  • Isadora Bertoni Schock Lugtenburg Centro Universitário Aparício Carvalho - FIMCA
  • Mariana Bobato Pulgatti Centro Universitário Aparício Carvalho - FIMCA
  • Naimi de Souza França Barroso Centro Universitário Aparício Carvalho - FIMCA
  • Paula Daniele Batista Centro Universitário Aparício Carvalho - FIMCA
  • Sissy Mariela Salazar Ibieta Centro Universitário Aparício Carvalho - FIMCA
  • Yasmin Lima de Oliveira Centro Universitário Aparício Carvalho - FIMCA
  • Alcione de Oliveira dos Santos Centro Universitário Aparício Carvalho - FIMCA

DOI:

https://doi.org/10.37157/fimca.v8i3.431

Palavras-chave:

Ansiedade, profissionais de saúde mental, transtornos psicológicos

Resumo

Introdução: Transtornos mentais comuns são aqueles caracterizados por estados de ansiedade, pensamentos depressivos, sentimento de angústia ou desconforto e entre outros. O sentimento de ansiedade é intrínseco ao ser humano, já que ele participa da sensação de luta ou fuga, por isso, quando em excesso; ou seja acima do limitar tolerável pelos indivíduos afetados, é caracterizado como uma condição patológica. É de extrema importância a compreensão e busca da gênese desse transtorno patológico, que pode ser identificado de forma hereditária ou em virtude de traumas, relações sociais e medos. Seu tratamento para a diminuição dos sintomas se dá por uma abordagem multimodal, que incluem orientações, psicoterapias, fármacos específicos e intervenção familiar e social. Essas abordagens buscam amenizar e interferir no curso da problemática. Objetivos: Avaliar a importância do trabalho do profissional psicólogo e do médico psiquiatra na busca pela diminuição dos sintomas exacerbados do distúrbio de ansiedade. Metodologia: foi utilizada uma leitura crítica e reflexiva de artigos publicados entre os anos de 2013 a 2021, obtidos por meio dos principais instrumentos de busca online de artigos e revistas científicas, como: Scientific Eletronic Library Online (Scielo), Google Acadêmico e Medline/ Pubmed. Resultados: A ansiedade faz parte dos transtornos mentais comuns, quando patológica. Estudos demonstram que indivíduos que apresentam transtorno de ansiedade e realizam terapia cognitivo comportamental obtiveram melhorias significativas na redução de sintomas de ansiedade e depressão. A utilização de medicação psiquiátrica também se mostrou eficaz. Conclusão: Dentre os transtornos psicológicos mais comuns, a ansiedade surge como uma vivência universal, sendo considerada patológica quando representa uma resposta que não corresponde devidamente ao estímulo, proporcionando ao indivíduo sentimentos de insegurança, antecipação apreensiva, dificuldades de adaptação e sinais de sofrimento. Dessa forma, é possível concluir que a atuação dos profissionais de saúde mental se faz imprescindível, com as mais variadas abordagens, para a atenuação do sofrimento psíquico vivenciado pelos indivíduos com transtornos de ansiedade.

Biografia do Autor

Isadora Bertoni Schock Lugtenburg, Centro Universitário Aparício Carvalho - FIMCA

Discente do curso de Medicina do Centro Universitário Aparício Carvalho. Faculdades Integradas Aparício Carvalho – UNIFIMCA, Rua das Araras, 241, Eldorado, 76811678, Porto Velho, RO, Brasil

Mariana Bobato Pulgatti, Centro Universitário Aparício Carvalho - FIMCA

Discente do curso de Medicina do Centro Universitário Aparício Carvalho. Faculdades Integradas Aparício Carvalho – UNIFIMCA, Rua das Araras, 241, Eldorado, 76811678, Porto Velho, RO, Brasil

Naimi de Souza França Barroso, Centro Universitário Aparício Carvalho - FIMCA

Discente do curso de Medicina do Centro Universitário Aparício Carvalho. Faculdades Integradas Aparício Carvalho – UNIFIMCA, Rua das Araras, 241, Eldorado, 76811678, Porto Velho, RO, Brasil

Paula Daniele Batista, Centro Universitário Aparício Carvalho - FIMCA

Discente do curso de Medicina do Centro Universitário Aparício Carvalho. Faculdades Integradas Aparício Carvalho – UNIFIMCA, Rua das Araras, 241, Eldorado, 76811678, Porto Velho, RO, Brasil

Sissy Mariela Salazar Ibieta, Centro Universitário Aparício Carvalho - FIMCA

Discente do curso de Medicina do Centro Universitário Aparício Carvalho. Faculdades Integradas Aparício Carvalho – UNIFIMCA, Rua das Araras, 241, Eldorado, 76811678, Porto Velho, RO, Brasil

Yasmin Lima de Oliveira, Centro Universitário Aparício Carvalho - FIMCA

Discente do curso de Medicina do Centro Universitário Aparício Carvalho. Faculdades Integradas Aparício Carvalho – UNIFIMCA, Rua das Araras, 241, Eldorado, 76811678, Porto Velho, RO, Brasil

Alcione de Oliveira dos Santos, Centro Universitário Aparício Carvalho - FIMCA

Docente do curso de Medicina do Centro Universitário Aparício Carvalho – FIMCA

Publicado

2022-05-17

Como Citar

Lugtenburg, I. B. S., Pulgatti, M. B., Barroso, N. de S. F., Batista, P. D., Ibieta, S. M. S., Oliveira, Y. L. de, & Santos, A. de O. dos. (2022). A INFLUÊNCIA DOS PROFISSIONAIS DA ÁREA DE SAÚDE MENTAL DIANTE DO TRATAMENTO DO TRANSTORNO DE ANSIEDADE: UMA REVISÃO BIBLIOGRÁFICA : VI Jornada de Medicina do Centro Universitário Aparício Carvalho – FIMCA / Psiquiatria e Saúde Mental, 25 a 29 de Outubro de 2021. REVISTA FIMCA, 8(3), XXX. https://doi.org/10.37157/fimca.v8i3.431

Edição

Seção

Resumos de Eventos / Conference Abstract