A PANDEMIA DO COVID-19 E A RELAÇÃO COM O LUTO: UMA REVISÃO INICIAL

VI Jornada de Medicina do Centro Universitário Aparício Carvalho – FIMCA / Psiquiatria e Saúde Mental, 25 a 29 de Outubro de 2021

Autores

  • Maria Luiza Fagundes Avila Dos Santos Centro Universitário Aparício Carvalho - FIMCA
  • Gabriella Antonia Braga de Oliveira Centro Universitário São Lucas - UniSL
  • Iuri Mandela Simão Batista Universidade Federal de Rondônia - UNIR
  • Kyrlla Nogueira da Silva Universidade Federal de Rondônia - UNIR
  • Natália Trevisan Centro Universitário Aparício Carvalho - FIMCA
  • Tuanny Sousa Pereira Centro Universitário Aparício Carvalho - FIMCA
  • Mariana Jane Silva Morheb Universidade Federal de Rondônia - UNIR

DOI:

https://doi.org/10.37157/fimca.v8i3.410

Palavras-chave:

Luto, pandemia, COVID-19

Resumo

Introdução: O luto é uma experiência subjetiva, única na vida das pessoas e a pandemia do Sars-Cov-2 trouxe inúmeras fatalidades e consequente enlutamento às famílias. Objetivo: Avaliar o luto relacionado aos óbitos por COVID-19. Metodologia: A coleta dos dados foi realizada a partir das palavras-chave “COVID-19”, “Coronavirus”, “bereavement” e “grief”, e as buscas ocorreram na base de dados PubMed, sendo selecionados 14 artigos de pesquisas que tratam da relação do luto na pandemia, dos diretamente enlutados pela COVID-19 ou que lidam com pessoas em luto pelas vítimas do vírus, publicados entre os anos 2020 e 2021, no idioma inglês. A análise dos dados foi realizada de forma descritiva. Resultados: Foram encontrados seis artigos que sugerem maior chance de desenvolver o luto complicado quando decorrente da pandemia iniciada em 2019. Os fatores determinantes que influenciam a gravidade do luto foram: o falecido ter tido diagnóstico de COVID-19 e não ter recebido tratamento, morte inesperada pela doença, o grau de parentesco e proximidade, conflito com o finado, estar na adolescência, não ter se despedido do morto, desfecho fúnebre sem rituais e o lembrete constante da morte nas redes sociais. A ansiedade e a depressão foram abordadas por quatro artigos, em que são relatadas como os transtornos de maior prevalência entre os enlutados pelas mortes de COVID-19. É sugerido que os profissionais da saúde precisam especializar-se para lidar com o luto advindo da pandemia. A prevalência do luto direto por COVID-19 não pôde ser evidenciada, mas encontrou-se maior tendência ao desenvolvimento de luto complicado e a necessidade do tratamento multidisciplinar às vítimas. Conclusão: Sendo assim, entende-se que as limitações da pandemia tornaram o luto possivelmente mais complicado, sendo necessário um novo olhar dos profissionais da saúde para os sobreviventes. Novas pesquisas serão necessárias para melhor evidenciar a influência dos agravantes encontrados no luto durante a pandemia.

Biografia do Autor

Maria Luiza Fagundes Avila Dos Santos, Centro Universitário Aparício Carvalho - FIMCA

Acadêmica do Curso de Medicina no Centro Universitário Aparício Carvalho – FIMCA, Rua das Araras, 241, Eldorado, 76811678, Porto Velho-RO.

Gabriella Antonia Braga de Oliveira, Centro Universitário São Lucas - UniSL

Acadêmicos do Curso de Medicina no Centro Universitário São Lucas, R. Alexandre Guimarães, 1927 - Areal, 76805-846, Porto Velho-RO.

Iuri Mandela Simão Batista, Universidade Federal de Rondônia - UNIR

Acadêmico do Curso de Medicina na Fundação Universidade Federal de Rondônia - UNIR, Av. Pres. Dutra, 2965 - Olaria, 76801-058, Porto Velho-RO.

Kyrlla Nogueira da Silva, Universidade Federal de Rondônia - UNIR

Acadêmicos do Curso de Medicina no Centro Universitário São Lucas, R. Alexandre Guimarães, 1927 - Areal, 76805-846, Porto

Natália Trevisan, Centro Universitário Aparício Carvalho - FIMCA

Acadêmicos do Curso de Medicina no Centro Universitário Aparício Carvalho – FIMCA, Rua das Araras, 241, Eldorado, 76811678, Porto Velho-RO.

Tuanny Sousa Pereira, Centro Universitário Aparício Carvalho - FIMCA

Acadêmicos do Curso de Medicina no Centro Universitário Aparício Carvalho – FIMCA, Rua das Araras, 241, Eldorado, 76811678, Porto Velho-RO.

Mariana Jane Silva Morheb, Universidade Federal de Rondônia - UNIR

Acadêmico do Curso de Medicina na Fundação Universidade Federal de Rondônia - UNIR, Av. Pres. Dutra, 2965 - Olaria, 76801-058, Porto Velho-RO.

Publicado

2022-05-16

Como Citar

Santos, M. L. F. A. D., Oliveira, G. A. B. de, Batista, I. M. S., Silva, K. N. da, Trevisan, N., Pereira, T. S., & Morheb, M. J. S. (2022). A PANDEMIA DO COVID-19 E A RELAÇÃO COM O LUTO: UMA REVISÃO INICIAL: VI Jornada de Medicina do Centro Universitário Aparício Carvalho – FIMCA / Psiquiatria e Saúde Mental, 25 a 29 de Outubro de 2021. REVISTA FIMCA, 8(3), IX. https://doi.org/10.37157/fimca.v8i3.410

Edição

Seção

Resumos de Eventos / Conference Abstract